Histórico

 

A história  quase centenária do Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba é marcada por conquistas. A seguir, você fica por dentro de alguns momentos importantes do clube.

O início

A cidade de Piracicaba era conhecida nos anos 1910 como pérola paulista, devido ao nível intelectual avançado de sua população. Nesta época, duas tradicionais famílias piracicabanas, Pousa e Guerrini, comandavam o futebol amador no município. A família Pousa gerenciava o Esporte Clube Vergueirense, enquanto os Guerrini tomavam conta do 12 de Outubro.

Em outubro de 1913, as duas famílias se reuniram e resolveram montar uma única equipe que representasse a cidade. Convidaram então Carlos Wingeter, cirurgião dentista e capitão da Guarda Nacional, para ser o presidente do clube que estava se formando com a fusão das duas famílias.

Wingeter aceitou o convite prontamente, mas com apenas uma exigência: o nome do novo time teria que ser XV de Novembro, em homenagem à data marcada pela proclamação da República. Este foi o pontapé inicial para o surgimento do Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba, equipe rapidamente acolhida pela população piracicabana. Confira um documentário sobre a história do clube produzido por estudantes da Universidade Metodista de Piracicaba:

O melhor do interior

O XV de Piracicaba, como é conhecido nacionalmente, participou diversas vezes da elite do futebol paulista e brasileiro. No Estado, sua maior conquista foi o vice-campeonato em 1976. Quatro vezes campeão da segunda divisão paulista, o alvinegro ostenta também a honra de ter sido o primeiro campeão do interior do Estado a alcançar o acesso para a primeira divisão.

Dentre os títulos que o clube conquistou ao longo de sua história quase centenária, se destacam os campeonatos paulistas da segunda divisão de 1947, 1948, 1967 e 1983, e o Campeonato Brasileiro da Série C, em 1995.

Outro motivo pelo qual o clube é conhecido é seu mascote: o tradicional Nhô Quim, criado por Nino Borges, desenhista do jornal Gazeta Esportiva, e aperfeiçoado por Edson Rontani, retrata o típico torcedor quinzista.

Mas a tradição alvinegra não se limita ao território nacional. Em 1964, o XV de Piracicaba fez uma excursão pela Europa e pela Ásia. Naquela época, o Brasil era bicampeão mundial de futebol, mas apenas o Santos Futebol Clube e o Botafogo Futebol e Regatas realizavam esse tipo de viagem.

O time piracicabano novamente era pioneiro e disputou jogos na Suécia, na Polônia, nas Alemanhas Ocidental e Oriental, divididas politicamente na época, na Dinamarca e nas então repúblicas soviéticas da Rússia, Ucrânia, Moldávia, Cazaquistão e Uzbequistão.

Divisão de elite

Em 1976, o XV de Piracicaba alcançou sua maior conquista, o vice-campeonato paulista, no ano em que a Sociedade Esportiva Palmeiras foi campeã. No ano seguinte, o alvinegro piracicabano terminou em oitavo lugar o Campeonato Brasileiro de futebol da Série A.

A última participação quinzista na primeira divisão do futebol paulista foi no ano de 1995. Depois disso, a equipe viveu fase turbulenta que culminou com a queda para a segunda e, posteriormente, para a terceira divisão estadual.

Mesmo fora da elite nacional e estadual, o XV de Piracicaba segue estabelecendo marcas. Em 1998, a equipe obteve sete vitórias consecutivas no início do Campeonato Brasileiro de futebol da Série B. Esse recorde de vitórias nas rodadas iniciais do campeonato segue imbatido.

No ano de 2005, a equipe conquistou o acesso à Série A2 do Campeonato Paulista. Na ocasião, a fanática torcida piracicabana compareceu em peso ao estádio Barão de Serra Negra, estabelecendo o maior público da história da terceira divisão paulista, 22.025 pessoas, em partida contra o Monte Azul, vencida pelos piracicabanos por 3×1.

O time subiu para a segunda divisão, mas logo no ano seguinte voltou a ser rebaixado. Desde então, o XV de Piracicaba passa por uma reestruturação na organização do clube e no planejamento de suas atividades, apostando alto nas categorias de base. Os resultados apareceram em 2007, quando a equipe conseguiu pela primeira vez chegar à decisão da primeira divisão do Campeonato Paulista Sub-20, que teve como campeão a equipe do Santos Futebol Clube.

Em 2010, o XV de Piracicaba disputou novamente a Série A3 estadual. Após início conturbado, a equipe terminou a primeira fase da competição em sétimo lugar e classificou-se para a etapa seguinte. Na segunda fase, conseguiu finalizar em segundo lugar no seu grupo e garantiu o acesso à Série A2, após duelo épico contra o Comercial, na cidade de Ribeirão Preto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s